Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

FASES NA ALIMENTAÇÃO: Situações diferentes alimentação adequada.

Através de e-mails diariamente recebemos perguntas e questionamentos que procuramos responder com orientações e sugestões, que se transformam em dicas muito importantes para os criadores iniciantes. Estes que muitas vezes não fazem idéia das necessidades básicas dos periquitos.

Lendo o e-mail da leitora Carolina Granja, da cidade de Natal, RN captei a importância de uma melhor orientação haja visto que a Carolina labuta na área de cuidados e criação de animais. Cada criador experiente tem sua receita para a alimentação dos periquitos, mas para nós a preocupação é com o criador de primeira viagem, para que tenha um rumo á seguir. Desta forma montamos um esquema simples, inicial, mas que deverá ser de grande valor.


FASES NA ALIMENTAÇÃO

1 - Periquitos adultos aguardando em voadeira, sem previsão de serem colocados para reprodução.

Nesta situação eles precisam apenas de uma alimentação de manutenção e com os cuidados para não engordarem além do necessário. Nesta fase devem ser evitados alimentos como girassol, aveia, farinhadas e qualquer outro alimento muito calórico. Podem ficar com a mistura de alpiste, painço, níger numa proporção de 6/3/1. Deverão comer folhas verdes, areia cálcio e muitos banhos com uma ou duas gotinhas de iodo na água. (nesta fase observa-se a situação de vermifugação)


2 - Periquitos adultos que serão utilizados para a reprodução em breve.

Praticamente a mesma recomendação anterior, porém com algum complemento na água do bebedouro. Eu recomendo revitalizantes como o Alcon, o Nutramix da Piusana ou outro que contenha elementos essenciais como vitamina A, D3, E, cálcio, metionina e outros. Isto vai dar uma preparada para as perdas que ocorrem durante a reprodução principalmente nas fêmeas. Tudo sem excessos, seguindo corretamente a orientação do fabricante.


3 - Periquitos que estão na postura e ou criando filhotes.

Nesta fase alem da mistura de grãos é importante adicionar uma boa farinhada, ovo cozido e uma porção de aveia descascada em grãos para periquitos. Com o nascimento dos filhotes fica proibido colocar medicamentos ou vitaminas na água do bebedouro. Tudo deve ser fornecido através da comida. Nesta fase eles dão muita água aos filhotes que acabam intoxicados pelos medicamentos e vitaminas. ( Qualquer medicamento que precisar ser colocado na água tem que ter a orientação de um veterinário )


4 - Filhotes novos recém retirados da gaiola dos pais.

Estes filhotes que acabaram de ser separados dos pais, e portanto já comem sozinhos, não devem ficar em um ambiente com outros adultos. Tem que ficar com filhotes novos, numa voadeira pequena e com a mais variada oferta de alimentos e água. Muitos filhotes ou até mesmo adultos que são colocados em outra gaiola devem receber atenção especial para os bebedouros, pois muitas vezes não os encontram e morrem de sede. (Acontece!) Eu costumo colocar pequenos potes com água no fundo da gaiola até que se adaptem com a nova situação. Neste momento é importante colocar alimentos moles para que tenham facilidade em comê-los. Maçã, milho verde, farinhadas mais úmidas, muita aveia e pedaços de pão, de preferência integral e nunca umedecido em leite. Depois dos três meses já é necessário cuidar (diminuir) das variedades para que não cresçam obesos.


5 - Filhotes com mais de quatro ou cinco meses e jovens adultos.

Para estes a alimentação volta ao normal de manutenção e necessitam uma voadeira maior para se exercitarem bastante. Quando se trata de periquitos de exposição, os criadores profissionais têm seus macetes particulares adquiridos através de sua experiência e agem conforme as maiores necessidades para formar um campeão.

6 - Em todas as idades

Periquitos temem o frio e as correntes de ar, precisam de higiene, vermifugações e revitalizantes. Precisam de espaço maior para se exercitar quando não estiverem nas pequenas gaiolas de cria. Quando criados com carinho prosperam, se criados apenas para o lucro fica difícil.

Leia mais:

Vídeo - Alimentando Filhotes

Cuidados para a comida não ficar em baixo dos poleiros.

Vídeo: Alimentando Filhotes de Periquitos

Grit - A IMPORTÂNCIA DA AREIA NA DIETA DOS PERIQUITOS.

[ ... ]

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mais fotos da Primeira Copa-Brasil-SOCO de Ornitologia

Estamos trazendo para aqueles que não tiveram a oportunidade de comparecer ao evento, e mesmo aqueles que lá estiveram, mais fotos da Primeira Copa-Brasil-SOCO de Ornitologia. Além de muita ilustração de como é um evento deste porte, você pode conferir diversas personalidades no assunto.


Grande mestre Dr. Renato de Azevedo Uchôa (ao fundo entre as gaiolas) procedendo o julgamento e a classificação dos periquitos. Secretariado pelo Nadiomar, auxiliado pelo Diogo (camisa azul), e atentamente observado pelo André (camisa preta). Observa-se o Sr. Wilson Gomes, presidente da FOC (federação ornitológica catarinense), camisa amarela, atento também ao que acontecia á esquerda, o julgamento dos agapornes.


Sr. Paul Richard Wolfensberger procedendo o julgamento dos agapornes. Podemos observar o Sr. Antonio Alfredo Cardoso (presidente da COF), acompanhando de perto o julgamento.


Juiz dos agapornes, senhor Paul e Antonio Alfredo Cardoso observando atentamente.


Participantes da exposição aguardando a palestra sobre "homozigose e a relação com os periquitos" que fora apresentado em seguida pelo maior criador Brasileiro, Dr. Renato Azevedo Uchôa.



No lado direito da foto Dr. Renato azevedo Uchôa com os periquitos e no esquerdo o Sr. Paul Richard Wolfensberger com os agapornes.



Criadores expositores renovando a água para suas aves.



Pedro Paulo, um gaudério de Santa Maria tchê! Criador e tratador de aves e pássaros, escudeiro fiel do criadouro Aníbal Rolin.



Criadores de periquitos e demais participantes do evento recebendo orientações técnicas á respeito de formação do plantel atravéz de um trabalho chamado heterozigose.


Leia mais:


[ ... ]

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Periquito tri-campeão

O criador e amigo Alessandro, do criadouro Santa Maria - RS, está nos apresentando um periquito que galgou destaque entre seus pares e não deu chances para os concorrentes. Este maravilhoso AD ASA CANELA CELESTE foi nada menos que o melhor série rara no campeonato no ano em que participou. Foi tri-campeão regional, estadual e Sul Brasileiro. Para o criador que quiser se aperfeiçoar nesta mutação é só ir observando através desta foto e tentar chegar lá. Parabéns Alessandro, o Vida de Periquito festeja esta conquista com você.


Leia mais:
[ ... ]
Ocorreu um erro neste gadget