Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

domingo, 5 de dezembro de 2010

AS CORES NOS PERIQUITOS AUSTRALIANOS

(Atualizado: 05/12/2010)Os criadores de periquito inglês (periquito australiano padrão inglês) preferem criar os casais individualmente em gaiolas para terem certeza na paternidade dos filhotes e na expectativa das cores esperadas de cada casal.

Estes também procuram adquirir seus periquitos com pedigree e mantém um livro de registro para controle de toda sua criação, mesmo porque alguns periquitos podem ser portadores de diversas mutações.

Casal de periquito Inglês, Criadouro de Julio Dutra

Sabemos que em viveiros não é possível garantir a paternidade nem controlar as cores dos filhotes conforme nosso desejo. Muitas vezes os casais se separam e formam novos pares ou até mesmo um macho mais quente copula com duas ou mais fêmeas. Desta feita, acabamos por ter que criar filhotes de cruzamentos não recomendados, com prejuízo no porte e nas cores. As cores iniciais e mais importantes são o verde e o azul, pois todas as demais variações dependem delas. Um periquito ou é da linha verde (inclusive os amarelos) ou é da linha azul (inclusive os brancos). Naturalmente o verde tem a face amarela e o azul tem a face branca.

É comum ouvirmos alguém dizer que apesar de juntar vários periquitos verdes e azuis, os filhotes são quase 100% verdes. Daí os criadores inexperientes seguem vendendo os filhotes na esperança de surgirem mais azuis em outra rodada que nunca acontece, pois prevalece sempre o predomínio dos verdes. É preciso saber que o verde é dominante em relação ao azul, mas que podemos resolver isto a partir da segunda geração quando então haverá equilíbrio entre as cores. Conhecendo anteriormente o pedigree de cada periquito compraríamos somente os verdes portadores de azul e estaria resolvido. Não conhecendo, temos que seguir a regra básica: “Acasalar sempre um verde com um azul” onde teremos toda prole sendo verde, porém portadora de azul. Cruzando-se os filhos destes casais (sempre dois ou mais casais para evitar acasalamento entre irmãos) obteremos vários azuis conforme a descrição abaixo:


Utilizando a legenda acima podemos observar os diversos cruzamentos:



Num próximo tópico será abordada a variação do tom do verde e do azul surgindo o verde claro, escuro e oliva, assim como o celeste (azul claro), o cobalto (azul escuro) e o malva.


LEIA MAIS:

Como criar somente periquitos brancos?

MELHORANDO OS ARLEQUINS RECESSIVOS.

O FATOR ESCURO

BELEZA X QUALIDADE

[ ... ]

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Fatores que interferem na produção de filhotes

[Atualizado: 22/11/2010] Quando desejamos obter filhotes de nossos periquitos é importante que tomamos vários cuidados antes de começar.



Sabemos que periquitos com mais de quatro anos já perderam muito o seu poder de reprodução e periquitos com menos de oito ou nove meses ainda não estão maduros suficiente para reproduzirem. Em ambos os casos até podem, mas não devem. As chances de ocorrerem problemas de diversas ordens é muito grande. Fêmeas com mais de quatro anos diminuem em muito o número de ovos por posturas, tem maior chance de adoecer e morrer principalmente quando não se sabe a forma como foi criada, tratada e respeitada anteriormente.

Há criadores que por desconhecerem ou por visão apenas lucrativa deixam que elas criem direto por cinco seis ou mais rodadas sem descanso. Não aplicam vermífugos em seu plantel de seis em seis meses pelo menos. Não revitalizam com medicamentos fortificantes apropriados, não procuram se informar sobre alimentação adequada e como se diz na gíria “estouram a fêmea”.


Outro fator tambem importante é o excesso de casais num ambiente apertado, pequeno. Acabam matando filhotes e quebrando ovos uma das outras. Portanto antes de sair juntando casais com a intenção de obter filhotes é muito importante ganhar um tempo precioso em ler, estudar, visitar alguém que cria a mais tempo e depois fazer de forma segura. Nós do blog “vida de periquito” estamos sempre á disposição para orientar de acordo com nossa experiência os iniciantes neste maravilhoso hobie.

Leia também:

Criação de periquitos: Acasalamento ético.

PREPARAR PARA REPRODUZIR.

Problemas com a reprodução dos periquitos.

Voadeira externa,(viveiro)
[ ... ]

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Outras Fotos no criadouro.

























[ ... ]

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Fotos no Criadouro "VIDA DE PERIQUITO"

Fotos das aves de nosso criadouro, das meninas (boxer) que cuidam do local e uma foto do criadouro.
















[ ... ]

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Continuação das fotos recentes dos periquitos do criadouro "VIDA DE PERIQUITO"

Babies ainda na caixa ninho e observando os irmãos mais velhos (dias) passeando pela voadeira.













[ ... ]

Novas presenças no "VIDA DE PERIQUITO".

Primeiro uma sessão de fotos dos filhotes que recentemente deixaram a companhia dos pais e se desenvolvem por um período de trinta dias nesta voadeira indo depois para o viveiro maior.















[ ... ]
Ocorreu um erro neste gadget