Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

sábado, 3 de outubro de 2009

Foto da Semana - CAROLINA GRANJA, presença "ino"

(clique na imagem para ampliar)
Quando nos referimos á mutação "ino", estamos falando de albinos e lutinos. Para elucidar quaisquer dúvidas á respeito, a Criadora Carolina Granja nos enviou esta foto com um lutino á esquerda, um albino á direita e um face amarela no centro. Sim, um albino face amarela no centro. Ele ainda é um filhote muito novo, mas quando ficar adulto será quase que totalmente amarelo claro (creme).
Leia mais:

14 comentários:

Anônimo disse...

Olá julio eu comprei 1 casal de periquitos, uma fema branca com azul, e o macho verde opalino mais o meu macho tem as patas cinzas e a femea pata tipo vermelha, mais a femea ela tem o bico azulado mais não muito azul como o dos machos azulzinho, eu achu que ela e femea mais nao sei? voce acha que minha periquita azul com branco acha que e femea?

Julio Dutra disse...

Mau amigo, se você quiser criar periquitos na base do "eu acho", vai dar zebra. Eu por exemplo já comecei a achar que esta tua branca é macho, e dai? Como ter certeza ? Tem que ler os artigos do site a respeito do sexo dos periquitos, observar nas fotos e ainda assim ficando em dúvidas, me mande fotos da cara dela, eu examino e te ajudo, valeu?

luciana disse...

Júlio, depois de um tempinho fora estou aqui novamente.Semana passada, minha fêmea q já está na segunda postura, chocando 4 ovos, amanheceu "descadeirada". Ela não anda, é como se tivesse "perdido" as pernas. Parou de chocar, abandonou o ninho, então a pus em outra gaiola, com água e comica a vontade. Ela está bem, grita qdo chegamos perto, mas continua sem ficar em pé. O que pode ter acontecido e o que posso fazer para ajudá-la?

Carolina Granja disse...

Oi Júlio! Estou muito feliz com a foto dos "meus" filhotes aí no seu site! É uma honra para mim tê-los nesse blog que permite o aprendizado ao bom trato dessas linda aves! Parabéns pelo blog!

Francine Davanso disse...

Olá, Gostaria de saber se esse periquito do meio é filho de albino com lutino?
Ou é filho de um face amarela tbm, assim como ele?

Parabéns Carolina, eles são muito Lindos!!

Julio Dutra disse...

Luciana você deveria ter observado uns dias antes e ela não teria ficado tão descadeirada assim. Eu também tive um problema parecido com este desta periquita que ficou descadeirada enquanto chocava. Eu costumo olhar diariamente todos os meus periquitos, inclusive dentro das caixas ninho. Ao ver que a periquita estava com dificuldades para sair da caixa, percebi que as pernas dela estavam sem firmeza. É claro, retirei-a do ninho e coloquei os ovos em outros ninhos, pois sempre tenho várias chocando ao mesmo tempo justamente para poder socorrer nestes casos. Pode se tratar de falta de cálcio, de outros cuidados como vermífugos e vitaminas antes de colocar para reproduzir. Pode também se tratar de uma fêmea que fica muito tempo no ninho, se alimentou pouco, o macho não ajudou suficientemente e outras coisa mais. O importante agora é ajudá-la. Forneça água com gotinhas de cálcio para aves, de uma alimentação mais rica e mais fácil para ela comer. Por exemplo: ovo cozido amassado com farinhada, cenoura ralada, beterraba ralada, espinafre e couve também. Coloque um forro ou areia o fundo da gaiola, coloque bebedouros próximos á ela, assim como comedouros. Tudo tem que ser facilitado para que ela consiga alcançar os alimentos e água. Não deixe que receba correntes de ar frio, mantenha o local aquecido e devagarzinho ela volta ao normal. Muito importante: Ela tem que ficar sozinha. Sê você tiver disponibilidade e facilidade para encontrar um medicamento para aves chamado potenay gold b12, seria ótimo e ela recuperaria bem mais rápido. (três gotas em cada 20 ml de água).

Julio Dutra disse...

Valeu Carolina Granja, os teus babys estão fazendo o maior sucesso de audiência.

Julio Dutra disse...

Francine me permita refletir um pouco com estas três mutações, pois serve também para ajudar a outras pessoas que desconheçam a genética a este respeito. O lutinos funcionam como verdes, pois possuem pigmentos amarelos(dominam), o albino como um azul(são dominados), e a face amarela pode estar tanto num como no outro. É claro que num lutino não é possível vermos o destaque da face amarela, pois ele já é todo amarelo. Ela só é visível num azul, cinza ou em um albino. Quando cruzamos um lutino com um albino, ficamos com duas situações, uma quando o lutino não é portador de azul, então todos os filhotes serão lutinos, pois ele domina e outra quando o lutino é portador de azul, daí teremos filhotes lutinos e filhotes albinos (em outros casos também filhotes azuis). Este filhote no meio da foto é um albino face amarela, ou o pai dele ou a mãe possui face amarela, como o irmãozinho dele é lutino, então concluímos que ou o pai ou a mãe é lutino e portador de azul. Você também pode conseguir albino face amarela com um casal onde o pai é um albino e a mãe é uma azul face amarela, neste caso só fêmeas, mas consegue (regra da mutação “ino” chamada sexo ligada). E respeitando a regra da genética, o verde é dominante sobre o azul, portanto verde pode portar azul, os “inos” (gene para lutinos ou albinos) podem ser portados por normais de qualquer cor, então é só colocar a cuca para funcionar e ver que existem várias outras formas para conseguir os “inos” face amarela. É como matemática, tem regras fixas, da para calcular. Temos que estudar as particularidades de cada mutação, elas são diferentes e dominam ou são dominadas umas pelas outras, mas podem ser portadas para facilitar o trabalho. Um abraço, Julio.

Carolina Granja disse...

Oi Francine! Muitíssimo obrigada pelo elogio! Ao Júlio, nem se fala! Esses são filhotes de uma ninhada especial, crias de uma lutina/Az e um albino face amarela tipo 1, como o Júlio explicou muito bem!

Julio Dutra disse...

Carolina esta é a minha recompensa, ver as pessoas se interessando pela criação dos periquitos e procurando se informar sobre as mutações, cuidados e tudo mais que diz respeito a eles. Acredito que se nós todos continuar-mos assim, não só teremos garantido a preservação desta espécie que na Austrália já se encontra bem ameaçada e de lambuja o melhoramento da mesma.

Halessandra disse...

Julio, me chamo Alessandra e estou criando periquitos a mais ou menos 6 meses, tenho um casal que já pos duas vezes ovinhos, só que não estão cheios. sei que eles já procriaram pois tenho também um filhote.O que devo fazer para que eles tenham filhotes.

Julio Dutra disse...

Halessandra pela discrição que fazes acredito se tratar de infertilidade do macho devido ao fato de que ela esta pondo e não estão nascendo filhotes. Alguns machos dos periquitos apresentam infertilidade temporária e depois voltam a reproduzir. Mas é muito importante saber se ele já tem mais casos de cinco anos porque após esta idade costumam não mais encher os ovos. Há também de fêmeas que ficam muito tempo na caixa e não deixam que o macho copule com ela, há também o caso de machos que não galam, mas ambos os casos são raros, acredito que o problema é com ele e normalmente é idade.

JP Kapahala disse...

Olha Julio, tem uma fêmea azul celeste e um macho lutino,qual a expectativa de cores?

Julio Dutra disse...

O ideal é dar uma olhada no artigo e tabela sobre sexo ligado ou ligado ao sexo, pois este é o nome da mutação "ino" na reprodução. Para conhecer todas as possibilidades. Porque ao responder tua pergunta eu tenho que dizer que nascerão somente filhotes fêmeas lutinas e filhotes normais verdes.

Ocorreu um erro neste gadget