domingo, 2 de agosto de 2009

Tipos de viveiros.

O viveiro é um ambiente desejado pelos periquitos australianos, principalmente se tiver proteção contra o frio, se receber um pouco de sol pela manhã, banhos coletivos, etc. Temos que prestar muito atenção á região onde moramos, um viveiro externo, construido aberto ao tempo, se estiver  nos estados do sul do Brasil não pode ser igual aos viveiros no Rio de Janeiro ou  região norte e nordeste. Os periquitos temem muito o frio, muito mais do que o calor intenso.


viveiro_01


Apenas para constar, as caixas ninho deste viveiro estão muito pequenas e já vimos em outras oportunidades que se fossem bem maior ficariam melhor e mais operacional.

26 comentários:

lu disse...

tenho um periquito verde claro normal macho, qual a possibilidade de eu conseguir(comprando a femea) filhotes violeta ou celeste?

joaomarcos@hotmail.com disse...

Olá julio cesar tenho um casal de periquito australiano e o há um mês e estou dando um REMEDIO para suas penas e pararece qui é para reproducao ttambem !!!Só que toda vez que a femea levanta o rabo o macho so coloca um pé e nao consegue ficar ensima dela ??? E eu estou achando que ele nao está cruzando por causa de remedio ..Será o que é julio ???????????????

joaomarcos disse...

Há e vc tem msn ????
É porque esse msn nao é meu nao foi eu qui enventei so pra mandar o comentario!!!!
Pode min passar se estiver ?????????

Marlon disse...

Viveirinho legal. Mas de fato para o nosso inverno seria preciso uma proteção maior. Mestre, os dois filhotes do meu inglês, aquele verde cinza com a azul cobalto que adquiri aí no teu criadouro, são verdes, provavelmente verdes cinza. E estão bem grandinhos. O mais velho fará 1 mês no dia 11, e o outro no dia 14. Aí já estão empenados e começando a sair do ninho. Abração.

guilherme disse...

julio uma de minhas femeas q tenho perdeu algumas penas da calda e ficou muito pequena a cauda,mas foi de um dia pro outro, e para eu me preocupar se for uma muda francesa, ou se e uma simples troka de penas???

Ana Paula disse...

Olá Sr. Julio!! Mais uma vez venho buscar sua ajuda no seu ótimo site! Tenho 3 casais de periquitos australianos num viveiro convivendo normalmente. Porém, na semana passada percebi que 2 machos (o verde e o azul) começaram a ficar muito próximos, o verde parou de cortejar a fêmea e agora só fica dando comida para o outro azul, que já nem desce mais na vasilha pra comer sozinho, só fica esperando ser alimentado pelo outro. E o verde também fica sempre tentando acasalar com esse azul! E eles são machos e tem fêmeas no viveiro, por isso não entendo o que está acontecendo. Já tentei separar o verde numa gaiola pequena durante o dia, e o recoloco de volta no viveiro à noite, porque ele fica muito agitado querendo voltar pro viveiro, não gosta de ficar só. Mas daí ele volta a fazer as mesmas coisas erradas!! Gostaria de saber sua opinião. Não queria separar os periquitos porque eles moram no viveiro desde que nasceram, aqui em casa mesmo. Acho que ele sofreria se passasse a viver numa gaiola. O que devo fazer??
Desde já muito obrigada pela ajuda!!
Abraços!!

jcesardutra disse...

João Marcos um mês é muito tempo, e o excesso do remédio faz mais mal do que a falta. Leia atentamente a bula ou procure na internet e veja se não esta de mais. Pode ser este o problema.

jcesardutra disse...

João Marcos eu respondo 40 perguntas em média por dia pelo site, meus e-mails, cuido de 120 periquitos, dois gatos e duas cadelas box e mais outras tarefas diárias, se tivesse orkut ou men nem sobraria tempo para olhar.

jcesardutra disse...

Marlon tomara que sejam verde cinzas, pois eles crescem bastante, são considerados junto com os cinzas como os de melhor porte. Aproveitando o ensejo, já liberei para a voadeira o filho do filho do ADA gold.

jcesardutra disse...

Lu a possibilidade existe, apesar de ser pequena. Primeiro ele tem que ser portador de azul. (filho de pai ou mãe azul). Depois a fêmea tem que ser violeta visual ou uma azul cobalto com fator violeta.

jcesardutra disse...

Guilherme muda francesanão é assim, ela deve estar mudando mesmo.

jcesardutra disse...

Ana Paula os machos tem este comportamento mesmo, é normal, quando uma das fêmeas estiverem prontas (quentes) eles vão pra cima dela. Deve ser porque a (s) fêmea (s), ainda não estão prontas. Uma coisa tem que ser feita, colocar caixas ninhos de sobra no viveiro e se esta situação demorar mais que dois meses, então a saída é colocar mais um ou dois machos com eles. Isto esquentará as fêmeas e quando se decidirem e se acasalarem, você pode retirar quem estiver sobrando.

mcbcavalcanti disse...

Boa tarde, Julio.

Tenho um casal de periquito e nas duas ultimas vezes ela bota, ex., 5 ovos e só sai um periquito e agora na ultima ela botou 5 ovos e não tirou nenhum... botou todos os ovos pra fora do nunho... O que fazer.
Grata,
Ceiça

jcesardutra disse...

Cavalcanti as fêmeas percebem quando os óvos não estão fértis e descartam. Tem que observar os óvos que ela expulsou e ver se estão ou não brancos. E neste caso é melhor trocar o macho.

LUIS CARLOS SAUNDERS disse...

Boa noite Júlio, estou tendo um problema na minha criação de periquitos, as fêmeas estão atacando os filhotes. derruba do ninho e bate até a morte. O pior que já aconteceu com vários casais. Se tiro a fêmea as vezes o macho não termina de criar e os filhotes acabam morrendo de fome. O que fazer? Tem alguma dica para elas pararem de matar os filhotes? Obrigado e um forte abraço.

jcesardutra disse...

Luis você deve separar o casal antes que isto comece a acontecer. Desde o início tem que ver qual dos dois alimeta melhor os filhotes e assim que eles estejam empenados, antes que o casal comece a pensar em nova ninhada você retira um deles e deixa os filhotes com o outro. Eu tenho deixado com o macho ele termina de criar os filhotes. É claro que devemos ajudar o pai nesta missão. Eu uso uma seringa com uma sondinha adaptada e coloco alimentos (papinha da alcon) direto no papo dos filhotes uma ou duas vezes por dia diminuindo o trabalho dele ou dela.

Fabiola disse...

Ola Julio, estou iniciando meu viveiro, construi 1 com 1,40m (C horizontal)x 1m (A) x 80cm (P)
tenho 5 periquitos, tenho 2 machos e 3 femeas e 2 ninhos; porem desses periquitos comrpei 2 albinos e to achando que os 2 sao femeas como diferencio? Apos botar os ovos devo tirar de dentro do viveiro?
Como moro no sul esse viveiro é aberto apena na frente e tem proteção de cortina plastica a noite. Oque preciso mais fazer pra adaptar melhor e como diferencio os albinos? Fabiola

Julio Dutra disse...

Fabíola tem bastante coisas para corrigir na tua turminha. Primeiro este viveiro não cabe mais que três ou quatro casais, mesmo porque tem que colocar algumas caixas ninhos de sobra para evitar as brigas entre as fêmeas. Não pode ter mais fêmeas que machos no viveiro, têm que ter a mesma quantidade ou no máximo sobrar um ou dois machos. Os periquitos albinos são os brancos de olhos vermelhos e quando são machos a cera, aquela plaquinha que eles tem acima do bico, onde sai os buraquinhos das narinas, tem que ser quase rosadas, e nunca ficam cor palha e depois marrom. As fêmeas sim têm a cera na cor palha e à medida que vão amadurecendo vão ficando marrom. Não esqueças que tem que ter mais caixas ninhos do que fêmeas senão as brigas serão inevitáveis com mortes inclusive. Não retire ninguém do viveiro, pois o casal cria junto e ficam juntos no viveiro o tempo todo. Eu te aconselho a ler os vários artigos que eu publiquei neste blog, eles vão te ajudar a entender bem mais sobre a criação de periquitos. E tem assuntos sobre estes nossos amiguinhos que é melhor saber antes senão acabamos fazendo errado, valeu?

Fabiola e Flávio disse...

Oi Julio, gostaria de saber se vc tem um e-mail no qual possa enviar as fotos dos meus periquitos albinos para que vc me auxilie na definição do sexo.
E ja vou mandar tbm a foto do viveiro para que vc de uma olhadinha.

Julio Dutra disse...

Fabíola e Fábio, mandem as fotos sem flash e tiradas bem de perto. mande para jcesardutra@yahoo.com.br

Juliano disse...

Oi Julio, tenhu 10 periquito e 4 femeas e 6 machos , gostaria de saber c tem algun poprema isso ?E tambem ,1 das femeas esta botando e as outras ainda num , mais tem um q esta qrendo o ninho da outra o q devo faz?: e no viveiro tenhu 4 ninhos.

Julio Dutra disse...

Juliano o ideal são quatro casais, pois os machos sem fêmeas podem atrapalhar, mas não é tão grave quanto à briga entre as fêmeas, porém deves ficar atento, pois se eles atrapalharem na hora em que o casal estiver copulando, pode ser a causa de ovos brancos, (inférteis). O problema mais sério são as quatro fêmeas juntas. O viveiro tem que ter espaço para seis a oito ninhos, porque elas costumam brigar pela disputa do ninho. Sê houver ninhos de sobra elas acabam se acertando. Quatro fêmeas e só tem quatro ninhos, cuidado, pois haverá morte de filhotes, ataque aos ovos, e acidentes graves entre as fêmeas. Num dos artigos deste site eu explico detalhadamente como criar em colônia coletiva, Primeiro colocamos os casais, depois esperamos eles se acasalarem e depois então colocamos todas as caixas de uma vez só (sempre com várias caixas de reserva). Tem outros macetes sobre viveiros também, de uma olhada. Desta forma se cria uma harmonia entre elas, mas se estão brigando pelo ninho uma da outra, podes esperar encrenca.

Anônimo disse...

Eu queria saber como podemos cortar a asa de um perequito adulto para eles ficarem no ombro sem voar?

Julio Dutra disse...

Sobre cortes de asas de periquitos ou outra ave eu particularmente já me pronunciei contra por se tratar de mutilação. (em minha opinião)
Crio periquitos de exposição e quanto mais inteiros, mais eles conseguem exibir sua beleza. E também com o corte das penas das asas eles ficam mais vulneráveis a ataques de outros animais e a acidentes domésticos. Portanto quem optar por esta técnica, para ficar com sua ave mais próxima de um brinquedo de estimação, deve estar ciente dos cuidados redobrados no sentido da segurança deles. Existe uma técnica que orienta para que se cortem todas as penas internas de cada asa, deixando-se as três maiores (as externas). Desta forma ficará parecendo que não esta com a asa cortada e conseguirá efetuar pequenos vôos. Mas repito: Não se esqueça da segurança.

Allan disse...

' eu gostaria de saber como identificar o sexo do meu periquito, eu li ali em cima que os albinos machos tem a cera rosada, pois bem, a cera do meu é rosada, mas ele não é albino, ele só é branco, com algumas machas escuras... saberia me dizer se é realmente um macho ? Obrigado.

Julio Dutra disse...

Allan primeiro temos que identificar o periquito, ver o que exatamente ele é, ou seja, qual mutação ele pertence. As ceras ou carúnculas se apresentam diferentes nos normais, nos albinos e nos recessivos. Sê ele é branco com manchas escuras então é um arlequim, você mesmo poderá observar as fotos existentes neste blog e ver se ele é um Ar (arlequim recessivo) ou um ADA (arlequim dominante australiano). Pela descrição da cera e se ele nao for muito novo então deve ser um recessivo, pois os ADAs têm a cera azul nos machos (quando adulto), igual aos normais (azuis verdes e cinzas). Sê não conseguires definir então poderás me mandar umas fotos dele e analisarei. As fotos (três) devem ser batidas sem flash, de perto e de frente de lado e das costas. Valeu?

Compartilhe