Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Baby 2009.

Sou obrigado a me render a toda esta  beleza e a perspectiva futura de um grande campeão. Este filhote esbanja qualidade de penas, largura de ombros e tudo mais. Parabéns ao criador Nadiomar Vincetini, este é o verdadeiro padrão de periquitos de exposição.


30


clique na imagem para ampliar

17 comentários:

Marlon disse...

O Nadiomar sempre divulga belas fotos de seus pássaros. Com certeza é um grande criador. Parabéns.

Flávio disse...

olá, este periquito é ingles, certo? é impressão minha ou o periquito australiano tem mais dificuldades em ganhar estas caracteristicas de exposição???

Apartir de periquitos comprados nas petshops é impossivel mesmo a longo prazo atingir estas caracteristicas? estou-me a referir a periquito australiano que é o mais pequeno, certo?

Abraço

jcesardutra disse...

Flávio este baby não só é inglês (padrão inglês) como é um dos melhores ingleses nascidos no Brasil até a presente data, pertence ao criador Nadiomar Vincentini, um grande e renomado criador residente na cidade de Chapecó, SC. Quem for passear de férias em novembro, lá para as bandas de Chapecó, poderá conhecer este e muitos outros periquitos maravilhosos que estarão em exposição no final deste mes de novembro de 2009. Eu já escrevi artigos a respeito desta situação, vou te explicar. Todos estes periquitos que estudamos aqui neste site são australianos, inclusive este baby. Pois todos tiveram seu ancestrais trazidos da Australia, o que modifica é a diferença do padrão fisico entre eles. Chamamos de periquito inglês ou periquitos de exposição, ou padrão inglês, este australianinho pequeno porém genéticamente modificado. Todos tiveram início pequenos e foram trabalhados por cientistas e criadores profissionais. Estes que ainda continuam pequenos a venda nos pet shops, nunca foram modificados e a partir deles fica muito difícil chegar a um inglês. Precisariam uns vinte anos de trabalho. Mas chega, tanto é que chegaram e hoje temos os padrões ingleses.

Martins disse...

Oi
eu queria saber se precisa de algum tipo de forragem no ninho dos periquitos australianos, pois minha femea começou essa semana a entrar no ninho e me bateu essa dúvida...

jcesardutra disse...

Martins não precisa nada ela põe na covinha da madeira apenas. Depois quando tiver filhotes então pode colocar algo para absorver a umidade. Serragem fina de madeira sem inseticida, cascas de sementes tipo alpiste pinço, etc ou um pouco de areia bem enxuta.

Flávio disse...

julio, quando voce diz modificados geneticamente é cruzado com periquito ingles ??? se eu comprar um periquito ingles ele cruza com os meus australianos e dps vou cruzando as melhores com as melhores crias...

abraço

Flávio disse...

já agora estas caracteristicas corporais também são transmitidas como as caracteristicas da cor, ou seja,o sexo tem influencia??

abraço

Cristian disse...

Amigo

Tentei anteriormente contato por aqui, mas o site não carrega, enviei e-mail e ainda não tive resposta.

Estou tentando novamente

Olá Amigo

Primeiramente te parabeniso pela qualidade do site e pela atenção a nós todos. Tentei contato pelo site e não consegui. Quero criar periquitos ingleses, mas na minha cidade (Rio Grande/RS) não encontrei nenhum, com muito custo consegui formar um casal grande, acredito que sejam 3/4 hehe, porém os tenho há quase um ano e nem um ovo, tenho certeza do sexo, portanto gostaria de adquirir outro casal, tens conhecimento de algum criador na minha cidade, ou na região de Pelotas? Adoraria ir a Chapecó, mas é impossível. Desde já agradeço.

Forte Abraço

jcesardutra disse...

Flávio modificado geneticamente é melhorado, cruzando sempre com parceiros que contenham melhor aquela característica desejada. Sê você comprar um inglês, cruzar com um pequeno e depois despresar este pequeno e usar somente os filhos mestiços e assim por diante, você estará melhorando geneticamente de acordo com a idéia de aproximar do padrão inglês. Isto é modificar geneticamente, deixando de ser australianinho e passando a se aproximar cada vez mais do padrão inglês. Ou seja é isto mesmo que esta pensando em fazer.

jcesardutra disse...

Flávio todas as características serão passadas, e dependendo da característica só os machos passam, são chamadas ligadas ao sexo, ou sexo ligadas. Por exemplo os opalinos, os asas canelas, os lnos(lutinos e albinos) os rendados e algumas outras mutações dos chamados raros. Estas que estamos tratando, só os machos passam, as fêmeas só passam filhos machos portadores. Por isso tem tantas fêmeas lutinas, albinas, opalinas, asa canela e rendadas. Em contra partida é mais difícil encontrar machos destas mutações. Qualquer macho destas mutações citadas, cruzados com fêmeas normais que não sejam de nenhuma destas mutações, podem ter filhas iguais a ele e os filhotes machos serão todos portadores da mutação do pai. Já as fêmeas destas mutações acasaladas com machos normais, só nascerão filhotes normais e apenas os machos então serão portadores. Estes machos portadores funcionam como se fosse um desta mutação, porém com porcentagem menor nos filhotes.

jcesardutra disse...

Cristian não conheço ninguém nesta região, conheço em Santa Maria, o Alessandro, tem periquitos maravilhosos. Sê fizeres contatos com ele pode ser que ele conheça alguém da tua região, pois acredito que ele conheça todos no RGS. Apesar que para comprar ingleses é só fazer contato com um criador e ele fornece em qualquer cidade que possua aeroporto pelo menos perto, daí você vai lá e pega. Eu já compei do Fúlvio, em Caieiras, SP. Comprei periquitos mais baratos pois estava iniciando e não tinha experiência para
começar em nível muito auto. Todos eles tem periquitos em diversos preços, depende do que queres pagar, tem que fazer contato e dar uma chorada.
Criadouro Budgerig - "Fúlvio Lucietto".
Rua Anletto Ricciarelli n* 111 - Jardin. Santo António
CEP. 07700-000 - Caieiras - São Paulo
Fones: (0xx11) 4605.3419 - 4605.2352 - Cel.: (0xx11) 7223.7843
E-Mail: pllucietto@yahoo.com.br
Criadouro Santa Maria
Alessandro_correa@terra.com.br
(55) 3211 3909
9115 8913

alessandro_correa@terra.com.br

http://csmsantamaria.blogspot.com

valéria disse...

boa noite
hoje o filhote mais velho (25 dias) começou a sair do ninho, só que ele não consegue voltar eu tenho que colocalo novamente no ninho.é um deus nos acuda rsrs pois os pais ficam muito stressados todas as vezes que eu tenho que colocar a mão para pegalo tomo varias bicadas dos dois e doi viu, coloquei um puleiro entre o chao do viveiro e a entrada do ninho para ver se ele consegue subir sozinho quando sair amanhã vamos ver.

jcesardutra disse...

Valéria se não estiver muito frio tente deixá-l fora para que ele se emancipe mais rápido. Ele tem que aprender a comer e beber sozínho. Á noite então é melhor guardá-lo na caixa ninho. Sempre que colocar a mão dentro da gaiola vá bem devagar, leve um petisco na ponta do dedo, tipo uma folhinha ou algo que eles gostem, para distraí-los.

Nadiomar Paulo Vicentini disse...

Caros Amigos, agradeço os comentários, fico muito feliz em poder estar colaborando no desenvolvimento e melhoramento genético dessas aves, das quais somos todos apaixonados; e, Caro Jscesardutra, lhe agradeço mais uma vez pelo apoio na divulgação do evento que realizaremos em novembro, obrigado!!! já estamos trabalhando para que o evento seja realmente muito especial.

Grande abraço a todos

Nadiomar

jcesardutra disse...

Nadiomar Paulo Vicentini queira Deus que não surja nenhum imprevisto pois tentarei ir de qualquer forma a este evento em Chapecó e tenho divulgado para meus leitores, tomara que consigam ir. Quem for a chapecó em novembro, se deliciar com a exposição de periquitos e outras aves e pásaros maravilhosos com certeza, se tirar fotos, é só me mandar que passarei o tempo que for nescessário para publicar. Estou estudando bastante para cada vez errar menos e sempre que é possível procuro ajudar a turma que sabe um pouquinho menos. Quando não sei pergunto pra vocês, os criadores mais experientes, como perguntei na exposição aqui em Florianópolis. Meu lema é o seguinte : Ninguém sabe tudo, alguns sabem mais e todos sabem um pouco, porque não juntar? Abraços camarada e se precisar algo que eu possa contribuir é só dizer.

Conceicao disse...

Olá. A minha periquita não consegui tirar todos os ovos que põe. Ex. Ela poe 4 ovos e só 1 nasce os outros ela tira da caixa ninho... O que deve fazer.
Obrigada,
carlos Cavalcanti

Julio Dutra disse...

Conceição quando usamos uma caixa ninho adequada, com uma cova para que os óvos não fiquem rolando e uma parede entre a antessala e a cova do ninho,(no caso das caixas retangulares) desde que esta parede seja tão alta que elas não consigam jogar ovo pa fora e com a altura suficiente para que o casal entre e saia do ninho, este problema costumaficar resolvido. Depois da postura, uns seis a sete dias para cada ovo colocado, devemos observar através do foco de uma lanterninha bem fina se os óvos estão férteis ou brancos(inférteis). Muitas vezes o macho não esta fertilizando todos os óvos e elas jogam fora por saberem disso.

Ocorreu um erro neste gadget