Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Voadeira externa (viveiro)






Por: Julio Cesar Dutra, criador de Periquito Inglês



Vista de um viveiro simples, onde os periquitos podem passar uma temporada de descanso ou enquanto se desenvolvem (crescem).



Cabem aproximadamente, sem estresse, 22 a 25 periquitos. Mede 1,60m x 1,10m x 1,30 aproximadamente. Confeccionado com tábuas de pinus, mais barato, e bem fácil de construir.



Têm duas portas, uma grande, para o caso de precisar entrar, e uma pequena para trocar água, comida e para limpar sem o maior risco de fuga. Recebe uma pintura de cal virgem após lavação duas vezes por ano. Possui poleiros grandes de um lado a outro no fundo e encima para evitar brigas na hora de dormir.



Á frente, perto da porta pequena, não tem poleiros, para que se possa colocar bebedouros e comedouros sem que caiam fezes neles. Por fora pode ser colocado um sombrite ou plástico escuro de tamanho suficiente para não pegar sol na água nem nos alimentos. Também, se pode colocar um cortinado de plástico transparente (por fora) que pode ser enrolado ou desenrolado conforme frio ou calor, mas sempre pega sol. É um viveiro simples, rústico mesmo, mas tem a intensão de mostrar que mesmo gastando pouco ($) não deixamos de oferecer conforto e segurança para eles. Deve ser tomado muito cuidado e atenção na hora de limpar ou trocar a água e alimentos devido a possibilidade de fugas. Num outro artigo eu falei sobre construir um avancê, ou seja, uma espécie de jaula acoplada neste ou em qualquer outro viveiro que fique na rua. Seria uma armação em madeira, ferro de construção ou tubos finos de PVC cercado por tela de arame para pássaros. A idéia é de que se algum periquito fugir ficaria retido neste avancê.



O viveiro fica sobre um cavalete de quase um metro de altura para não sofrer interferências de animais domésticos. Mais melhorias? fica na criatividade de cada um.

25 comentários:

Lucas disse...

oh julio
me responde outra dúvida.
sera que se pode dar folhas de hortela para meus periquitos?!
sempre que eu dou eles gostam muito
tem alguma contra indicação?!
agradeço desde ja!

jcesardutra disse...

Tem indicação para combater verminoses. Não deve ser dado sempre, deve ser intercalado com: espinafre, couve, grama, (eles gostam muito das sementinhas da grama), chicória, menos alface. Abraços, Julio.

marcio disse...

como eu devo usar a arreia?

marcio disse...

posso da alcace para o meu periquito?

jcesardutra disse...

Márcio, couve sim alface nunca, pois dá diarréia. Areia só se for limpíssima como umas vendidas em agropecuárias, ou pegas em paredes limpas de rio ou praias. Mas tem que fornecer areia sim é importante. Se coletar areia na natureza e lavá-la, e depois colocar em uma panela com água para ferver por uns 20 min., daí tudo bem. Boa Sorte!

guilherme disse...

OLA NOVAMENTE, TENHO UM CASAL DE PERIQUITOS
GOSTARIA DE COLOCAR MAIS UM CASAL SEM NENHUMA BRIGA
POR FAVOR TEM JEITO???
AMO MEUS PERIQUITOS E NAO QUERO QUE ELES SE MACHUQUEM.TEM JEITO???????

jcesardutra disse...

Se tiver espaço suficiente não tem problemas, e você pode sempre tentar e ficar observando. Eles não vão se machucar tão rapidamente mesmo que venham a brigar. O problema começa quando colocamos as caixas para reprodução. Tem sempre que colocar caixas a mais, por que as fêmeas costumam brigar pela disputa daquela que elas acham que é a melhor caixa. Por isso é melhor colocar todos de uma só vez, não ficar acrescentando aos poucos. Muitas vezes uma fêmea já se adaptou a um ninho e a novata chega metendo bronca, quebrando ovos e até matando filhotes quando não a própria mãe. Este é o perigo. Boa Sorte!

guilherme disse...

ja que ela e tao agressiva(correcao)

guilherme disse...

minha femea machucou de mais minha rolinha(a deixou na carne viva)agora a coloquei na gaiola e o que devo fazer?
colocar o macho junto(eles nao se sentem muita atracao)?
colocar outro macho ?
ou deixala zozinha ja que lea e to agressiva?????

jcesardutra disse...

Guilherme, periquitos não devem ficar junto com pombos e a agressão dela deve ser no ímpeto de defender seu território. Se ela não for agressiva com o macho não há problemas em deixá-los juntos, se for tem que trocar de fêmea. O importante é testar e observar o que acontece. Boa Sorte!

Emerson dos Anjos disse...

este ano ganhei 03 periquitos, sendo uma fêmea e dois machos, um dos machos não desenvolveu as penas da asa nem as da cauda. O que devo fazer para que ele desenvolva?

jcesardutra disse...

Amigo a idéia é descartar este que não desenvolveu as asas e a cauda, pois provavelmente se trata de uma doença chamada "muda francesa" ele tem que ser afastado dos outros e da reprodução. Pesquise sobre muda francesa e asinha. Abraços.

hannah disse...

meus periquitos estao meio estranho como saber se ele(a) esta querendo acasalar? e como saber de que especie e?

jcesardutra disse...

Alguem tem que olhar e te dizer qual é a situação, se me mendares fotos das carinhas deles eu te respondo, Valeu?

rick disse...

sobre os viveiros, não vai perder aquele contato q agente tem, de pegar na mão, já q estaão como selvagens?

jcesardutra disse...

Rick o viveiro é o melhor lugar para eles, é só você se imaginar sendo um periquito e com certeza iria optar por morar num viveiro. Depois de resolvido o problema das brigas entre as fêmeas tambem é o melhor lugar para criar (para eles). Mas quanto a sua pergunta infelismente para nós é pior sim, pois no viveiro eles vão ficar mais arredios conosco. Só se retirar-mos de lá um ou outro filhote bem novinho e criar numa gaiola próximo da mão, estes vão ficar mansos, mas tambem para que vamos precisar de todos mansos?

Fatores que interferem na produção de filhotes « Vida de Periquito disse...

[...] se diz na gíria “estouram a fêmea”. Outro fator tambem importante é o excesso de casais num ambiente apertado, pequeno. Acabam matando filhotes e quebrando ovos uma das outras. Portanto antes de sair [...]

Ruben Silva disse...

Tenho um problema com meu casal de piriquitos.
A fêmea é albina e tem pouco mais de um ano, o macho por outro lado já tem muitos mais.
O casal esta junto a 5 meses, coloquei a caixa para procriação, durante muito tempo sempre trocaram caricias, mas nos ultimos dias a fêmea tem estado muito agressiva, ao ponto de o macho ter de esconder-se dentro da caixa de procriação, temo pela sua integridade.
Já separei a fêmea por algum tempo e quando recoloquei parecia mais mansa, mas a agressividade volta. O macho quer dar-lhe carinhos mas ela bate-lhe.
O que se passa em minha gaiola? Este piriquito é mau e invejoso inclusive na hora de comer, tenho dois comedouros e ele prefere ficar no meio para que o outro não coma, maldade extrema...o que fazer? Um forte abraço

jcesardutra disse...

Rubem esta fêmea não serve para criação em gaiola, talvez em viveiro com mais liberdade para voar e gastar energia pode ser. Mas algumas fêmeas se portam assim mesmo e o melhor é trocá-la pois na primeira oportunidade ela vai aprontar mais grave.

jackeline disse...

Tenho 2 casais de periquitos australianos, quando nascem os filhotes normalmente nasce 2 ou3, mas depois de alguns dias os filhotes mais novos morrem pisotiados restando assim so o filhote mais velho! isso é normal ou tem alguma coisa errada? Obrigada!

jcesardutra disse...

Jackeline tem algo errado, o ninho deve ser muito pequeno, ou elesestão descascando com muita diferença de tamanho. Muitas vezes o primeiro ovo descasca e o segundo e o terceiro e outro não descasca, descascando somente o primeiro ovo posto e os dois últimos. Então realmente vai dar muia diferença e o maior não deixa os pequeninos se alimentarem ou acaba pisoteando mesmo. Uma caixa maior ajuda, mas o bom seria guardar um ovo velho ou comprar um de plástico para usar de indêz. Assim que ela por o primeiro voce coloca este indez no lugar e guarda com muito cuidado o ovo dela em uma caixinha com algodão, faz assim com o segundo e quando ela colocar o terceiro voce retira o indez e junta ao terceiro posto aqueles dois que estavam na caixinha. Estes tres começarão a chocar juntos e os outros que vierem depois não terão muita diferença de tamanho. Nós criadores de periquitos de exposição fazemos assim e dá bons resultados.

jackeline disse...

jcesardutra acho que o problema não é a caixa do ninho pois é essas proprias para eles que eu uso!Mas vou tentar fazer isso com os ovos, muito obrigada!

jcesardutra disse...

Jackeline é desta forma que você vai construindo sua experiência, experimenta, observa, e vai detectando a melhor forma em seu criadouro que não é obrigado a ser igual aos outros, mas tem que dar resultados positivos.

fabio disse...

caro julio aqui é o Fabio Guedes
deixa eu te perguntar uma coisa aqui no blog pra nao encher mais sua caixa de e-mail ,vc sempre comenta em ir tentando adaptar os casais trocando femeas ou machos
mais qual seria o periodo ou tempo ideal para esse teste qual seria o procedimento correto pra formar um casal

Julio Dutra disse...

Fabio Gudes o melhor acasalamento é aquele onde eles se juntam naturalmente, sem nossa interferência. Colocamos vários machos e várias fêmeas em um mesmo espaço e eles vão se acasalando espontaneamente. Assim que forem se acasalando podem ser levados para gaiolas individuais ou em viveiros. O tempo que levarão, vai depender da idade e da disposição física de cada um. Os mais maduros e os mais "quentes" vão se juntando primeiramente. Isto é prático quando independe de quem se ligue a quem, mas quando criamos respeitando as mutações não queremos que se acasalem periquitos que não tem nada a ver um com o outro. Por exemplo: um Ar com um lutino ou um AD com um cintilante, porque para quem cria visando o pedigree ou a exposição sabe que devem permanecer numa linha de progressão, para a melhoria genética. Agora quando se cria por criar apenas, só para encher um viveiro então o melhor mesmo é colocá-los juntos no viveiro, deixar formar o número de casais desejado, retirar quem sobrou e encher o viveiro de caixas ninhos. Eu crio em gaiolas e primeiro coloco a fêmea por uns quatro ou cinco dias, depois coloco a caixa ninho e somente quando ela esta entrando na caixa é que apresento um macho para ela, aquele que eu quero para aquela fêmea. Quase sempre da certo, mas quando um não aceita o outro então eu vou colocando outro macho até dar certo.

Ocorreu um erro neste gadget