Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Detalhes importantes nas caixas ninhos

Procuro sempre divulgar a importância de caixas com bom espaço interno, pois além de tornar confortável a presença de toda a família em seu interior ajuda também a evitar problemas como a morte e defeitos em filhotes menores.

Repito sempre: "quanto maior a caixa ninho melhor". Quando se tem espaço suficiente no criadouro devemos sempre priorizar o ambiente onde o casal vai ficar por quatro ou cinco meses, e até em muitos casos ficar por toda a vida deles. Os periquitos precisam executar pelo menos uns pequenos vôos, então vai aqui a dica de acoplar a caixa ninho por fora da gaiola e ganhar este precioso espaço para eles.

31 comentários:

alex iury disse...

julio,pq não pode cruzar irmão com irmão?
por favor me esclareça tudo!

Marlon disse...

Cinco Filhotes, mais dois ovos... Nada mal, heim? Abraço.

Anônimo disse...

ayslan: Julio estou muito preocupado com minha femea ela e o macho acasalaram sabádo passado hoje ja e quinta e te agora nenhum ovinho e parece que o ovo ja formo porque em baixo dela aquele lugar que esqueci o nome coacla seila ja ta redondo e quando o macho vai acasalar com ela ela não deixa sera que essa demora e normal e ela e nova fez 1 ano em março e o macho tambem e novo e ela ja pos 2 ninhadas sera que e normal ou ela esta com um problema grave???

luciana disse...

Júlio, estou sem saber o que fazer: Hoje de manhã, vi que apenas a fêmea saia da caixa ninho, nada do macho.Quando fomos olhar dentro dela, ele estava morto! Sem causa aparente, por que onem estava bem, até acasalou com ela mesmo ela estando chocando.Agora ela está lá, meio abatida.Tenho medo que ela larque os ovos.Será que vai largar?Os primeiros folhotes estão previstos para este fim de semana.Outra coisa:mesmo ela terminado de chocar, será que vai dar conta dos filhotes sozinha?Ela está chocando 6 ovos.

Anônimo disse...

O que fazer se um filhote tem as pernas abertas mas ele continua se desenvolvendo normalmente!ea femea o alimenta ele normalmente!

Marcos disse...

Acho que o jeito é fabricar as caixas, pois as que existem nas casas de pássaros são muito pequenas.
Abraços

Julio Dutra disse...

Alex poder até pode, mas é complicado. Só os criadores experientes utilizam este cruzamento entre irmãos, mas pra isto tem que ter o conhecimento do pedegree completo deste casal para ver qual o grau de parentesco que já existe entre eles. Quando não se sabe, é melhor não usar este casal, deve trocar um deles, é mais garantido.

Julio Dutra disse...

Marlon aproveitando o seu comentário sobre os filhotes já nascidos e ainda mais dois ovos, eu explico. É que sempre deixo um ou dois ovos brancos (inférteis que não eclodiram) para que sirvam de apoio para os filhotes ainda muito pequenos. Eles se apóiam nestes ovos por muitos dias e assim defendem-se de serem amassados pelos pais ou os irmãos mais velhos. Estes ovos estão sempre aquecidos pela fêmea e os filhotinhos gostam de ficar grudados neles.

Julio Dutra disse...

Ayslan a literatura diz que o prazo para por os ovos depois que a fêmea é galada pelo macho é de nove a vinte dias. Portanto tem que esperar.

Julio Dutra disse...

Luciana quando o macho morre e a fêmea esta chocando, normalmente ela consegue terminar este choco e alimentar sozínha os filhotes. É claro que se vierem mais de dois ou três filhotes então deves ajudar a alimentá-los. Vai lendo os artigos e vendo as fotos e o vídeo que temos publicado neste blog.

Julio Dutra disse...

Ayslan quando um periquito nasce com as pernas abertas é bem difícil recuperar, pois quando constatamos o problema ele já este um pouco crescido. Por isso temos que examinar diariamente a caixa ninho e ficar atento ao que estiver acontecendo. Quando ele ainda é bem novinho, antes de empenar, podemos colocar um prendedor unindo as pernas. Este prendedor é confeccionado com um pedacinho de esponja com dois furos onde serão colocadas as pernas de forma que fiquem unidas por uns dias. Estando no ninho ele não precisará se mover muito e a fêmea o alimentará mesmo assim, mas tem que observar. Depois de uma semana, retirando a esponja verificamos se melhorou. Caso as pernas ainda estejam abertas então se coloca outra esponja por mais uma semana. Como eu escrevi anteriormente, se for bem novinho melhora bastante. Esta esponja fica como uma algema unindo as pernas e não fere o filhote porque é um pedacinho pequeno e bem macio.

Julio Dutra disse...

Marcos realmente as caixas ninhos que vendem nas casas de pássaros são muito pequenas. Quando eu comprava eu preferia as caixas de agapornes, pois são bem maiores. O melhor mesmo é fazer estas caixas em casa, podemos fazer da melhor maneira e que se encaixe bem nas nossas gaiolas.

Anônimo disse...

Luciana :Obrigada Júlio, hoje ela já está "mais calma".Quanto as caixas ninhos, meu marido fez uma maior, que dá toda a largura da gaiola.Fez de cedro, mas a fêmea não entra nela.Será o cheiro da madeira?

Julio Dutra disse...

Luciana quando se coloca uma caixa numa gaiola a fêmea exita um pouco, mas depois ela entra, é normal.

Liniker disse...

julio, mais uma vez venho tirar uma dúvida.
o meu casal teve tres filhotes, mas na altura de uns vinte dias eles foram morrendo(tenho a impressão de que a mae parou de alimenta-los).gostaria de saber se isso eh normal na primeira cria, pois havia espaço na caixa pra eles, e de quanto em quanto tempo devo conferir a caixa para ver como estão os filhotes.

Julio Dutra disse...

Liniker são inúmeras as causas em que os filhotes podem morrer, mas de fome não devemos permitir, pois podemos alimentá-los. Tem que ser feito uma vistoria diária no ninho inclusive observar se tem alimento no papo. Caso contrário podemos ajudar a alimentá-los com um contagotas, uma seringa,uma sondinha, etc. Dve ser visto se não tinha sinal de diarréia, também mata os filhotes. Ou seja: Quando da tudo certo eles se criam tranquilamente, mas temos que estar de olho sempre, e agir ao primeiro sinal.

Anônimo disse...

Boa tarde JC>Sou o Gildson!
Gostaria de saber de você o que eu posso fazer eu comprei 10 casais de periquitos de um criador que estava se desfazendo do plantel...parando de criar só que das 8 femeas que estavam chocando e pondo 2 beberam os ovos e 3 abandonaram os ninhos,isso é normal?
será que elas irão por novamente agora ou irão levar algum tempo?

Julio Dutra disse...

Gildson quando se transfere casais de um local para outro, se tem ovos provavelmente eles vão se perder. Quando tem filhotes é mais tanquilo, é só transportar todos juntos na mesma gaiola, com os filhotes na caixa ninho e eles continuam criando sem problemas. No momento deves limpar tudo e deixar que elas se acostumem na nova morada que logo em seguida reiniciam a criação.

mauro.taxi disse...

Júlio, lendo sua matéria do dia 02 de agosto de 2009. Gaiolas com caixas por fora, estou utilizando gaiolas Argentina para canário, com medidas de 63x28x37.Para melhor aporoveitar o espaço interno uso por fora as caixas, com as medidas de 29x15x18, e abaixei 5cm os peleiros. Ficando um espaço de 18cm do puleiro até o teto da gaiola, será que é suficiente para o acasalamento ?

Julio Dutra disse...

Mauro para os periquitos, quanto maior a gaiola melhor. Porém nem sempre temos espaço suficiente para criar com várias gaiolas e elas serem grandes. Temos que adequar o nosso espaço com o número de casais que pretendemos criar. Este tamanho de gaiola que referes serve, mas temos que levar em conta que cada casal fica em média seis meses nesta gaiola de cria, então, depois disso deveriam ir para uma voadeira ou viveiro maior para se exercitar e receber tratamento com vermífugos e revitalizantes sempre após três ou quatro rodadas. Eu utilizo duas voadeiras (viveiros) de dois metros de frente por dois metros de fundos com um metro e oitenta de altura. Numa coloco os machos e noutra as fêmeas, mais ou menos trinta periquitos em cada. Eles ficam todo tempo neste viveiro e somente vão para as gaiolas quando para reproduzir. O que não pode é ficar todo o tempo deles nestas gaiolas, isto vai atrofiar engordar e adoecer as aves.

Anônimo disse...

JULHO SOU EU,GILDSON.
3 FILHOTES MEUS MORRERAM ENTRE 10 E 20 DIAS DE NASCIDOS,O PAPO CHEIO E DURO ELES ESCURECERAM E MORRERAM...O QUE É ISSO SERÁ ALGUMA DOENÇA?

Julio Dutra disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

Julio Dutra disse...

Gildson hoje eu perdi dois filhotes desta mesma forma, eles amanheceram mortos com comida no papo e sem causa aparente. No caso dos meus, foi o frio que aconteceu aqui em Florianópolis nos três últimos dias. Houve uma mudança muito brusca na temperatura que estava dez graus mais altos na noite anterior e devido aos filhotes já estarem um pouco crescidos a fêmea deve ter dormido fora da casa e eles morrerem de frio. (eu acredito). Temos que tomar cuidados quando tem filhotes sendo alimentado pelo casal para não colocar-mos nada no bebedouro deles, nem vitaminas, pois eles dão muita água para os filhotes que acabam intoxicados por qualquer produto colocado na água. Outro problema também é sobre colocar na caixa ninho serragem de madeira adquirida em madeireiras, as madeiras recebem venenos para cupins e acabam intoxicando os filhotes. Quando usarmos serragem deve ser comprado em agropecuária ou casas de pássaros. Fora isto pode se tratar de mil e uma coisas responsáveis pela morte de filhotes. Devemos sempre estar de olho em detalhes importantes que às vezes passamos despercebidos. Por exemplo: Sê a água do bebedouro esta sendo trocada diariamente, se havia sinal de diarréia, sê a gaiola é visitada por insetos ou mesmo lagartixas á noite, estressando o casal que acaba deixando os filhotes sozinhos sem a proteção da temperatura da mãe durante toda noite, etc. Como vez, nem precisa ser uma doença exatamente, vários fatores que devemos estar atentos podem ter sido responsáveis pelas mortes. Só vamos descobrir depois de muita observação e evitar para o futuro.

Anônimo disse...

Julio meu nome é gabriel eu tenho um casal de periquitos e queria saber;eles se gostam e até namoram mas a femea nao entra no ninho apenas quando eu abro a tampa , sera que ela tem medo do escuro?

Julio Dutra disse...

Gabriel com toda certeza nenhuma fêmea tem medo do escuro, e se realmente for um casal eles tomarão o rumo natural das coisas. Temos é que certificar se realmente são um casal e se estão na idade ideal para reprodução, fora isto é só aguardar.

Gabriel disse...

Ola julio gostaria de saber se um periquito com a cera do bico rosa mas com um pouco de castanho não consigo identificar se é macho ou femea.

Julio Dutra disse...

Gabriel algumas vezes os periquitos machos (recessivos) apresntam as ceras rosas e com manchas, fica um puco difícil dedentificar, mas normalmee são machos. Gostria e receber fotos da cara dele para poder observer melhr, mas á pricípio geralmente são machos.

Paulo Nogueira disse...

Olá Julio!!!, Gostaria de saber quanto tempo as femeas podem ficar fora do ninho, depois que já estão chocando... Também gostaria de saber mais sobre a presença de lagartixas, pois aonde eu coloco os viveiros tem lagartixas?

Julio Dutra disse...

Paulo as fêmeas podem ficar bastante tempo fora do ninho, principalmente no verão e pode ficar tranquilo que elas sabem disso. O mais importante é não deixar que fiquem mais que 18 ou 19 dias chocando á contar do último ovo colocado. Ou descasca com este prazo ou está infértil. Neste caso o (s) ovo (s) devem ser descartado para que elas não fiquem se desgastando sem razão. Quanto á largatixas, existe no comércio um giz repelente é vendido até por camelôs na rua. Passando este giz em volta da gaiola, do viveiro, das caixas ninho e por onde mais quiser evita que elas assustem os periquitos principalmente á noite. Procure por ninhos (das largatixas) e quebre os ovos para evitar que nasçam mais. Sempre que encontrá-las elimine-as pois não servem para nada.

Anônimo disse...

Ola Julio meu nome é Hugo Leonardo, conheci seu site hoje, e estou gostando muito. Estou com um problema com meu casal de periquitos, os ovos estao sendo comidos. Aqui em casa existem muitas lagartixas, pois tenho um jardim razoavelmente grande. Gostaria de saber se são realmente as lagartixas e calangos que estao comendo os ovos, ou pode ser outro problema, e como evitar. obs: ja via uma lagartixa saindo de dentro da caixa ninho.
obrigado

Julio Dutra disse...

Hugo Leonardo pode ter certeza que lagartixa e principalmente os calangos são mortais para os ovos e filhotes de periquitos. As lagartixas nem tanto, porém assustam o casal á noite quando estão á procura de insetos fazendo com que o casal saia desesperadamente do ninho e acabam quebrando os ovos e jogando filhotes pra tudo quanto é lado. É obrigatório o isolamento total do local, caso contrário será impossível criar alguma coisa. Isto costuma criar um estresse muito grande nos periquitos, fazendo surgir doenças graves.

Ocorreu um erro neste gadget