Crystal Catcher - jogo super divertido para iPhone e Android

sábado, 21 de agosto de 2010

Os ADAS de Lorenzo Cordeiro Silva Pauli.

O leitor Lorenzo é admirador dos peiquitos ADAs e dos violetas ele nos mandou estas fotos para para que possamos curtir estas belas aves. Parabéns Lorenzo, futuramente com o cruzamento deste violeta com os ADAs poderás obter ADAs violetas também.







12 comentários:

Nori disse...

Julio, tenho um casal:

O macho australiano verde, e a femea ingles azul celeste. Tiveram 2 filhotes, e com 30 dias ela ja tinha posto 1 ovo, passado 1 semana, ja tem 4 ovos, e verifiquei que o peito dela esta muito inchado e vermelho.. preciso fazer algo a respeito.. levando-se em conta que ela se alimenta e move-se normalmente.. ja posso separar os filhotes? ja estao com 50 dias, mas nao conseguem voar.. grato! e parabens pelo blog!!

Marcos disse...

Olá Julio

Você conhece algum criador de periquito padrão ingles em São Bento do Sul?

Aguardo

marcos.passig@meuc.org.br

Att.

Marcos

Julio Dutra disse...

Nori sê não tiver nenhum ferimento e a ave estiver bem, não deve ser nada importante. Muitas fêmeas que alimentam seus filhotes e passam muito tempo no ninho, acabam dilatando um pouco o papo com o excesso de comida e ao arrastarem no fundo ou na entrada do ninho acabam por causar esta impressão. Recomendo banhos com água morna e algumas gotas de iodo. Tem que ficar atento se ela esta precisando de descanso. Depois de quatro rodadas de postura, choco e cuidados com os filhotes elas precisam de sessenta dias de recuperação e descanso.

Julio Dutra disse...

Nori eu me esqueci de comentar sobre os filhotes. Eles têm que ser separados dos pais quando estiverem comendo sozinhos, por conta própria independente de estar voando ou não. Neste momento eles devem ser colocados em uma gaiola á parte, separados dos adultos e sob observação atenta para que não fiquem sem se alimentar. Para facilitar a alimentação dos filhotes um pedaço de espiga de milho verde cru ajuda bastante. Mantenha esta gaiola num local quente, sem ventos e se possível mantenha uma caixa ninho para que passem á noite mais aquecidos e seguros.

Julio Dutra disse...

Marcos eu não lembro de ninguém de São Banto do Sul, mas em Mafra, em Rio Negrinho e em Rio Negro com certeza tem criadores de periquito inglês. Encontrei este e-mail, é de um criador de pásaros num clube de São Bento, faça contato com ele: marjhf@gmail.com

VictorCosta disse...

Eu quero esse violeta! rsrsrs
Periquitos muito bonitos!
Como obter asas brancas?
Abrcs!

Julio Dutra disse...

Os violetas só aparecem se tivermos algum violeta ou aves com fatores violetas. Num artigo anterior eu expliquei como se percebe que um periquito tem fator violeta. Quanto as asas brancas que aparecem nestas fotos, são os ADAs (Arlequim Dominante Australiano) que na série azul apresentam as asas quase totalmente brancas e na série verde apresentam as asas bastante amarelas.Não confundir com os asas claras que é outra mutação.

nariella disse...

tenho uma pergunta que nao sai da cabeça! uma das cores mais bonitas que acho e cintilante duplo fator e minha questao e a seguinte:casal femea verde cinza asa canela macho azul celeste cintilante dessa cruza saiu 2 verdes cintilantes portadores de azul. se eu cruzar um filhote verde cintilantes portador de azul com uma femea azul celeste cintilante podera sair algum filhote cintilante duplo fator que seria quase todo branco

Julio Dutra disse...

Nariella sem fossem dois cintilantes azuis com certeza aumentariam as possibilidades de duplo fator azul, o que originaria um periquito branco com olhos escuros, mas com um deles verde portador de azul esta possibilidade fica dividida com a possibilidade de duplo fator verde, o que originaria um periquito todo amarelo com olhos escuros. Acho melhor ainda, pois o amarelo é mais bonito.

Vinícius Emerick. disse...

Olá! Preciso da sua ajuda. Tenho uns 20 casais de periquitos australianos que crio em colônias. Acontece que de uns tempos para cá, os filhotes, principalmente, ao saírem do ninho, estão desenvolvendo tipo uma "alergia" na região ao redor dos olhos. Coçam e às vezes chega a ferir e sangrar. Acontece com a maioria deles. Sabe do que se trata? Existe alguma medicação? Procuro sempre manter o viveiro limpo, dou alimentação balanceada...enfim, são bem cuidados! Aguardo uma resposta. Obrigado.

Julio Dutra disse...

• Vinicius é difícil fazer um diagnóstico correto sem estar presente e examinando as aves. Parece se tratar de algum parasita, e esta muito ligado a higiene das instalações, alimentação, estresse e verminose. Num primeiro momento parece ser necessário aplicar um vermífugo para todos (eu uso o avitrin vermífugo), em seguida pingar as gotinhas de “Allax” atrás do pescoço (oito gotas nos australianos) e passar a pomada dolemil nas afecções em volta do olho. O vermífugo é por três dias consecutivos, repetindo quinze dias depois. O “Allax” é pingado somente uma vez e a pomada três ou quatro vezes, desta forma acredito ser o bastante. Não há problemas se por acaso entrar um pouco da pomada no olho. Com este tratamento deve melhorar, caso continue, aconselho a levar um deles e mostrar a um veterinário.

Julio Dutra disse...

Aproveitamos a oportunidade para divulgar o novo e-mail, onde o leitor poderá estar enviando perguntas e anexando as fotos para verificar dúvidas e/ou plubicar no blog.
julio@vidadeperiquito.com.br

Ocorreu um erro neste gadget